Messias passou por Goiás

GOIÂNIA

A minha primeira visita a capital de Goiás, a bela Goiânia, aconteceu em 2016. Minha percepção é de uma região muito tranquila. O destaque positivo é o trânsito. Quase não se ouve os barulhos de buzinas dos carros. É possível ouvir os sons dos pássaros numa metrópole brasileira.

Fiquei hospedado no Setor Bueno, bairro nobre de Goiânia. O local é próximo de shopping centers e o Parque Vaca Brava, um ótimo local para caminhadas matinais. A vida noturna é agitada, com bares e muita música sertaneja. Na região central, percebi que a rodoviária local é ligada com um shopping centers, promovendo um grande fluxo de visitantes e comercialização dos produtos. Dois fatos inusitados: é comum utilizar sal no sorvete, em especial, do sabor Cajá-Manga. E, outro episódio fui o primeiro viajante a entrar na loja de salgados que tinha sido inaugurada minutos antes no centro da cidade, o resultado: ganhei muitos salgados gratuitos, e fiz amizade com a proprietária do estabelecimento.

Minha dica cultural é conhecer o Mercado Municipal e o Centro Cultural Oscar Niemeyer, local muito criticado pelos moradores da região por conta da ausência de exposições de artes e o suposto alto custo da construção da obra pelo governo estadual. Fique surpreso o medo dos moradores por represálias de políticos, em especial, os taxistas. Muitos pediram sigilo sobre os assuntos abordados.

GOIÂNIA 2

Foto: Mercado Municipal de Goiânia,  no Estatado de Goiás

Minha dica esportiva é o Bosque Buritis, o mais antigo patrimônio paisagístico goiano. Outro destaque é estádio de futebol Serra Dourada.

9

Foto: Messias conhecendo o Estádio Serra Dourada, em Goiânia, no Estado de Goiás

William Messias é jornalista e estudante de psicologia. Seu blog Olhar do Messias é um convite para o internauta visitar todas as capitais do Brasil, cidades históricas e apreciar o ecoturismo, além de conhecer lugares exuberantes por meio de suas dicas culturais e esportivas.